importância de diminuir o açúcar na alimentação dicas blade

Diminuir o açúcar na alimentação é algo urgente. Entenda por quê!

Segundo o Ministério da Saúde, o brasileiro consome diariamente, em média, três vezes mais sacarose do que deveria. Considerando os números, são 80 gramas, o que equivale a 18 colheres de chá. Isso é muita coisa! Está mais do que na hora de criarmos um plano que contemple diminuir o açúcar em nosso dia a dia.

Esse é um projeto individual, e que requer consciência. A Blade Energy, por exemplo, já começou a eliminar o alimento de sua fórmula. Suas bebidas contam com 50% menos, para que você possa apreciá-las sem culpa nenhuma.

Neste artigo, vamos lhe ajudar a enfrentar as dificuldades, afinal você quer descobrir o que fazer para consumir açúcar de forma saudável, extraindo ao máximo os seus benefícios para o organismo.

O AÇÚCAR ESTÁ PRESENTE EM DIVERSOS LUGARES

Tome cuidado. Não pense que diminuir o açúcar do cafezinho ou deixar de comer aquele chocolatinho extremamente doce já é suficiente. Claro que isso também é importante, mas é um pequeno passo, frente à reeducação realmente relevante para esse consumo.

Além de presente nos industrializados, às vezes em grandes quantidades, os alimentos naturais também contêm essa substância. E VOCÊ NEM SE DÁ CONTA! Vamos aos dados do Ministério da Saúde, que embasam o nosso raciocínio:

  • 64% do consumo do brasileiro é relacionado à adição do açúcar ao alimento;
  • Os 36% restantes estão relacionados à ingestão de alimentos industrializados.

Comece pensando que é necessário controlar tudo o que você ingere. Com conhecimento!

QUAIS SÃO AS DOENÇAS QUE MAIS ESTÃO RELACIONADAS AOS MAUS HÁBITOS?

Alguns maus hábitos são os campeões de impacto no surgimento de doenças crônicas não-transmissíveis na última década, tais como o Diabetes tipo 2 e a Obesidade. Os mais frequentes são a alimentação inadequada, o tabagismo, a inatividade física e o uso nocivo do álcool.

Como bem diz o ditado, em linhas gerais “você é aquilo que come”. Desta forma, tenha autoridade sobre isso em sua vida para tomar as melhores (e mais benéficas) decisões. Então, está na hora de você saber quais são os açúcares aos quais temos acesso.

CONHEÇA OS TIPOS DE AÇÚCARES EXISTENTES

O mercado fornece aos consumidores uma gama imensa de possibilidades, prometendo mais saudabilidade por parte de alguns tipos de açúcares. Sendo assim, que tal entendermos um pouco do assunto?

REFINADO

O açúcar pop. O processo de refinamento requer a adição de componentes químicos, como o Enxofre. É por isso que ele é bem branquinho. Por outro lado, sais minerais e vitaminas são perdidos.

CRISTAL

Cristais grandes e transparentes, um tanto difíceis de serem diluídos. Indicado para uso culinário. Mesmo sendo menos refinado, perde 90% das vitaminas.

MASCAVO

É o açúcar em sua forma bruta. Sim, originalmente, ele é daquela cor mais escura. Sua extração se dá logo após o cozimento do caldo de cana. Como não passa por refinamento, são preservados cálcio, ferro e sais minerais.

LIGHT

Combinação do açúcar refinado com adoçantes artificiais. Tem menos calorias, o que proporciona um sabor menos intenso, sendo justamente essa a grande a armadilha. Mesmo sendo light, o consumo em grandes quantidades pode proporcionar os mesmos malefícios que os demais. Nada de exageros!

ORGÂNICO

Sem ingredientes artificiais. Não passa pelo processo de refinamento, mantendo mais vitaminas em sua composição.

FRUTOSE

Açúcar extraído de frutas e do milho. Apesar de natural, tem menos vitaminas que todos os demais.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DO AÇÚCAR PARA O ORGANISMO?

Nem tudo sobre o açúcar é ruim. Na verdade, se consumida de forma consciente e reduzida, a substância pode trazer muitos benefícios ao corpo. Conheça alguns deles:

  • É a forma mais rápida de adquirir glicose, importante para o pleno funcionamento do cérebro, dos olhos e dos rins;
  • Como consequência, a glicose ajuda a proliferar as bactérias boas presentes no estômago e a eliminar as ruins;
  • O mineral é muito importante como fonte de cálcio, para manter dentes e ossos fortes;
  • É rico em potássio, um nutriente essencial para evitar a fraqueza muscular e a fadiga;
  • Por liberar uma quantidade boa de serotonina no corpo humano, o açúcar é considerado um relaxante natural.

Viu só quantas coisas interessantes você está aprendendo. Com autocontrole e sem exageros, aquele seu doce do dia pode estar garantido sempre.

E QUANTO AOS EFEITOS DE SEU CONSUMO CONSCIENTE?

Puramente a qualidade de vida! Veja como reduzir o açúcar de sua dieta diária pode ser incrível:

  • PERDA DE PESO: a pauta número um quando pensamos em consumir menos açúcar. Sim, beber muito refrigerante e comer carboidratos descontroladamente favorecem o sobrepeso e a obesidade;
  • RISCO BAIXO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES: variáveis como glicemia, presença de lipídios no sangue, como triglicerídeos ou colesterol LDL e total, são fortemente afetadas;
  • REDUÇÃO DA ANSIEDADE: principalmente no caso dos processados, o consumo excessivo de açúcares está fortemente relacionado com ansiedade e irritabilidade;
  • MELHORIAS PARA O PALADAR: o baixo teor do alimento na dieta desenvolve a nossa percepção de sabores;
  • REGULA O APETITE: Comer doces em demasia provoca resistência à leptina, hormônio envolvido na regulação da fome.
  • RENOVA A APARÊNCIA DA PELE: principalmente daqueles que têm inclinação à acne.
  • EFICIENTE ABSORÇÃO DE NUTRIENTES: vitaminas e sais minerais não são aproveitados como deveriam, quando temos açúcar em excesso no organismo.

DICAS PARA DIMINUIR O AÇÚCAR NA ALIMENTAÇÃO SEM SACRIFÍCIOS

Agora chegou a hora boa do artigo. As dicas que preparamos irão lhe auxiliar a passar por essa transição sem sofrimento e adorando conviver com uma rotina saudável. Anote aí.

1 – SEM MUDANÇAS RADICAIS

Você não precisa cortar tudo de uma vez. Adapte seu cérebro para entender que haverá menos ingestão progressivamente, assim você evita compulsões e mais ansiedade.

2 – TREINAR, TREINAR, TREINAR

Coma menos. E a melhor de fazer isso é treinando o seu paladar para as modificações que estão por vir. Faça isso de pouquinho em pouquinho, para não desistir logo no primeiro dia.

3 – QUANTO MAIS NATURAL, MELHOR

Aproveite o gosto adocicado e natural das frutas. Para potencializar, que tal adicionar um pouquinho de canela? Apenas, cuidado com os sucos. A frutose exagerada também é maléfica.

Já para a sobremesa em casa, as bebidas vegetais dão uma forcinha. Leite de coco, castanhas e demais oleaginosas, como o amendoim, acrescentam o toque doce substitutivo ao açúcar.

4 – ADOÇANTE COM MODERAÇÃO

Eles contribuem para diminuir o açúcar, mas podem atrapalhar uma alimentação saudável. O ideal é usar xilitol no lugar dos adoçantes.

5 – AÇÚCAR MAIS SAUDÁVEIS?

Não se engane! Mascavo, demerara, orgânico, mel, etc… todos contém açúcares simples, que entram naquela cota percentual diária aceitável. Não é porque são naturais, que podem ser ingeridos à vontade e sem preocupações.

6 – INFORMAÇÃO É IMPORTANTE

Leia os rótulos dos industrializados, conheça os teores das frutas e demais alimentos naturais.

E depois de ler esse conteúdo rico, que tal apreciar um copo de Blade Energy, que contém 50% menos açúcar em sua fórmula. Conheça nossas opções e aproveite a explosão de sabores.